sábado, 10 de dezembro de 2011

Premiado na Mostra de São Paulo, "O Último Dançarino de Mao" se inspira em história real


São Paulo (Reuters) - Prêmio de público na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo há dois anos, "O Último dançarino de Mao", do australiano Bruce Beresford ("Conduzindo Miss Daisy"), tem seu drama bem plantado em raízes verídicas. O roteiro adapta a biografia do bailarino chinês Li Cunxin, cuja história pessoal foi atravessada pelos altos e baixos da Revolução cultural. O filme estreou em São Paulo e no Rio de Janeiro ontem(sexta-feira 9).
O próprio Li Cunxin aprovou seu intérprete na tela, o bailarino Chi Cao, que o encarna na fase adulta. Cao, aliás, é filho de dois professores do personagem real na Academia de Balé de Pequim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário