sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Favorito ao Oscar, "The Artist" faz referências a ícones e filmes dos primórdios do cinema


Quando estreou no último Festival de Cannes, o franco-belga "The Artist" (O Artista) encantou crítica e público, mas saiu apenas com o prêmio de melhor ator para Jean Dujardin. A Palma de Ouro foi para o americano "The Tree Of Life" (A Árvore da Vida). Praticamente nove meses depois, "The Artist", que estreia nesta sexta-feira (10) no Brasil, tornou-se o favorito ao Oscar, à frente de produções como "Hugo" (A Invenção de Hugo Cabret), "The Descendants" (Os Descendentes), "The Help" (Histórias Cruzadas) e "The Tree Of Life" (A Árvore da Vida), agora, mero coadjuvante.
Mesmo com uma indicação a menos que "Hugo", de Martin Scorsese, recordista com 11, o longa do diretor Michel Hazanavicius já venceu mais de 50 prêmios desde Cannes, incluindo o Globo de Ouro na categoria musical/comédia, um dos termômetros da Academia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário